• Artigos: 0
  • Total: 0,00 €

Ampliar a imagem


Fantasia Para Dois Coronéis e uma Piscina (Livros Rtp Nº 14)

Mário de Carvalho 

Colecção: Livros Leya/ Rtp

Editor: Leya

Ano de edição: 2017

Tipo de artigo: Livro

ISBN: 9789896604080

C.I.: 00000288967

Número de páginas: 200

Local edição: Lisboa

Idioma: Português

Encadernação: Cartonado

Prefácio: Zink, Rui

Em stock, enviamos para o correio, até 24 horas.
(Salvo ruptura de stock)

Preço: 10,00 €

adicionar ao cesto

Comente este livro

Adicione à sua Lista de LeituraAdicione à sua Lista de Leitura

 Partilhar: 

O livro por dentro

contra capa

Sinopse

Dois coronéis discutem Portugal à beira duma piscina, num monte alentejano. Nada lhes escapa. Duas mulheres mostram-se, em tudo, contrárias entre si. Um jovem vedor de água e jogador de xadrez, de muito bom feitio, arroja-se por essas carreteiras no seu estafado Renault 4. Um tio misógino aconselha sabiamente o sobrinho. Soraia Marina, capitosa cantora pimba, embala as almas simples. Gil Vicente e o pote de Mofina Mendes também marcam presença. E um narrador curioso intervém com as suas perspicazes considerações, sob o olhar sempre atento de um mocho e de um melro, que assistem e, às vezes, comentam.


"O certo é que Mário de Carvalho gosta de nós e, no fundo, quer apenas divertir-nos. Enfim, talvez dar também alguma instrução."
Rui Zink, in Prefácio

Sobre o Autor

Mário de Carvalho nasceu em Lisboa, em 1944. Licenciado em Direito, em 1969. Serviço militar interrompido por prisão em Caxias e, posteriormente, em Peniche, por actividade política contra a ditadura, ainda nos tempos de estudante. Exílio em França e Suécia. Regressa após o 25 de Abril de 1974. Exerce advocacia em Lisboa. Foi colaborador do Diário de Notícias. Estreou-se como escritor com Contos da Sétima Esfera (1981) e publicou, entre outras obras, O Livro Grande de Tebas, Navio e Mariana (1982), que recebeu o Prémio Cidade de Lisboa. O livro apresenta um relato fantástico e estrambólico, em que a realidade fantástica se torna mais convincente do que a verdadeira realidade. Outras das suas publicações são Paixão do Conde de Fróis, que recebeu o prémio Dom Dinis em 1986, Os Alferes (1989), Quatrocentos Mil Sestércios (1991), que recebeu o Grande Prémio do Conto da Associação Portuguesa de Escritores, Um Deus Passeando pela Brisa da Tarde (1994), que foi galardoado com o Grande Prémio da Associação Portuguesa de Escritores e Era Bom que Trocássemos Umas Ideias sobre o Assunto (1995).