• Artigos: 0
  • Total: 0,00 €

Ampliar a imagem


Norwegian Wood

Haruki Murakami 

Editor: Casa das Letras

Ano de edição: 2016

Tipo de artigo: Livro

ISBN: 9789897416262

C.I.: 00000287442

Número de páginas: 376

Local edição: Lisboa

Idioma: Português

Encadernação: Brochado

Em stock, enviamos para o correio, até 24 horas.
(Salvo ruptura de stock)

Preço: 21,90 €

Preço: 19,71 €

Top Leitura

adicionar ao cesto

Comente este livro

Adicione à sua Lista de LeituraAdicione à sua Lista de Leitura

 Partilhar: 

O livro por dentro

contra capa

Sinopse

O romance que confirmou Haruki Murakami como um dos mais talentosos autores da ficção contemporânea.

Um avião prepara-se para aterrar no aeroporto de Frankfurt. Aos ouvidos de Toru Watanabe chegam os acordes de «Norwegian Wood», a famosa canção dos Beatles. O mítico tema dos Beatles tem o condão de transportar este executivo de 38 anos aos tempos da juventude, vividos na turbulenta Tóquio em finais dos anos sessenta. Saído da casa dos pais com dezoito anos e deixando para trás a pacatez de província e o velho Toyota Corolla da família, Toru chega à capital japonesa a fim de estudar teatro na universidade instalando-se uma residência estudantil só para rapazes. Filho único e solitário por natureza, passa o tempo a ler O Grande Gatsby e a estudar atentamente os colegas e as pessoas que o rodeiam. Um belo dia, o narrador reencontra um rosto de passado: Naoko, antiga namorada do seu grande amigo de adolescência, Kizuki, antes de este cometer suicídio na flor da idade, depois de vencer um jogo de snooker.

Marcados por essa tragédia em comum, os dois começam a dar longos passeios e constroem uma relação delicada na qual a fragilidade psicológica de Naoko se torna cada vez mais evidente culminando com o seu internamento na casa de repouso, onde conhecem Reiko, uma mulher madura com rugas a condizer e um passado trágico. Por esses dias, Watanabe trava ainda conhecimento com Midori: estudante de teatro como ele, símbolo da mulher moderna, lutadora... e dona de uma livraria à moda antiga. Isto sem esquecer a figura impagável de Facho, colega de quarto que faz ginástica matinal ao som do hino e se masturba a olhar para a Ponte de São Francisco. Qual das figuras femininas conquistará o coração do protagonista, que continua a bater desalmadamente?

Norwegian Wood tem sido comparado ao romance À Espera no Centeio, de J.D. Salinger.

Sobre o Autor

Haruki Murakami, de quem a Casa das Letras editou Kafka à Beira-Mar (com mais de 15 mil exemplares vendidos) e Sputnik, Meu Amor, é um dos escritores japoneses contemporâneos mais divulgados em todo o mundo sendo, simultaneamente, aplaudido pela crítica, que o considera um dos «grandes romancistas vivos» (The Guardian) e a «mais peculiar e sedutora voz da moderna ficção» (Los Angeles Times).
Nasceu em Quioto, em 1949. Estudou teatro grego antes de gerir um bar de jazz em Tóquio, entre 1974 e 1981. Além de Sputnik, Meu Amor, Kafka à Beira-Mar, Dance, Dance, Dance e A Wild Sheep Chase, que recebeu o Prémio Noma destinado a novos escritores (a editar brevemente pela Casa das Letras), Murakami é ainda autor, entre outros, de Hard-boiled Wonderland and the End of the World (distinguido com o prestigiado Prémio Tanizaki) e, mais recentemente, de Blind Willow, Sleeping Woman, a sua terceira colectânea de contos, distinguida com o Frank O'Connor International Short Story Award.
Últimos artigos visualizados