• Artigos: 0
  • Total: 0,00 €

Ampliar a imagem


Um Racismo Imaginário

Pascal Bruckner 

Editor: Gradiva

Ano de edição: 2017

Tipo de artigo: Livro

ISBN: 9789896167936

C.I.: 00000289896

Número de páginas: 206

Edição: 1

Idioma: Português

Tradutor: Vieira, Pedro

Encadernação: Brochado

Em stock, enviamos para o correio, até 24 horas.
(Salvo ruptura de stock)

Preço: 14,00 €

adicionar ao cesto

Comente este livro

Adicione à sua Lista de LeituraAdicione à sua Lista de Leitura

 Partilhar: 

O livro por dentro

contra capa

Sobre o Autor

Depois de estudos na Universidade de Paris I e Paris VII Diderot, e depois na Ecole Pratique des Hautes Études, Bruckner ficou Conférences maître de no Institut d'Études Politiques de Paris, e colaborador do Nouvel Observateur. Bruckner começou a escrever na veia do chamado "nouveaux philosophes" e conta entre os seus melhores conhecidos defensores franceses. Ele publicou Parias (Parias), Lunes de Sinta (adaptado ao cinema por Roman Polanski) e Les Voleurs de beauté (Os ladrões de beleza) (Prix Renaudot em 1997). Entre ensaios, La Tentation de l'innocence (Tentação de inocência) (Prix Médicis em 1995) e, notoriamente, Le Sanglot de l'Homme blanc (The Tears of a Man ​​White), um ataque sobre as políticas narcísico e destrutivo destinadas a beneficiar Terceiro Mundo, e mais recentemente "La tyrannie de la penitência" (2006), um ensaio sobre a interminável do Ocidente autocrítica, traduzido como "a tirania da culpa" (2010). De 1992 a 1999, foi um apoiante activo das causas croatas, bósnios e kosovares contra a agressão sérvia. Ele apoiou a 1.999 bombardeamentos da NATO das forças sérvias liderado por Milosevic. Em 2003, ele apoiou a derrubada de Saddam Hussein pelas forças dos EUA, mas depois criticou os erros do exército americano eo uso de tortura em Abu Graib e Guantánamo.
Últimos artigos visualizados